And now for something completely different

Amanhã, às 15 horas, estarei na Faculdade de letras da UP para falar sobre algo completamente diferente 🙂

And now for something completely different
O digital está por todo o lado e tornou-se omnívoro, ao ponto de parecer não poder haver mediação fora desse quadro. Com o digital chega também uma afirmação distópica do incorpóreo e do imaterial, como se finalmente se cumprisse o velho desejo de uma mediação sem corpo nem rasto: a telepática levada ao limite. No entanto, para algo completamente diferente, e se afinal pensar o digital e o nosso tempo das imagens fosse pensar um regresso de toda a mediação ao corpo, à sua inscrição no corpo e a partir do corpo?

https://semanadahistoriadaarte.wordpress.com/programa/resumo/#more-224

Edith Burchett, London (c.1920).  She was the wife of 'Professor' Burchett, the “King of Tattooists”.
Edith Burchett, London (c.1920). She was the wife of ‘Professor’ Burchett, the “King of Tattooists”.
talks | Comments Off on And now for something completely different

Os nomes que damos as coisas (acidentes, coincidências e explicações)

Recebi ontem pelo correio o livro As Artes do Colégio,  Volume 1 -Arte e Universidade, editado pelo Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, com coordenação do António Olaio.

É engraçado ver o meu texto numa publicação que reúne as contribuições dos participantes num  encontro ao qual não pude ir. O texto —”Os nomes que damos as coisas (acidentes, coincidências e explicações)”, — começa exactamente com a história desse desencontro. A sua existência deve-se antes de mais ao António Olaio, que não desistiu de me pedir que o escrevesse a partir das notas que tinha preparado na altura… Ficou em boa companhia neste livro, junto aos textos do António Olaio, do Pedro Pousada, da Susana Mendes Silva, do Carlos Vidal, do José António Bandeirinha, do James Elkins, da Maria Filomena Molder, da Rita Marnoto e do Luís António Umbelino.

printed material, texts | Comments Off on Os nomes que damos as coisas (acidentes, coincidências e explicações)

Uma imagem para o que há-de vir

George A. Van Biesbroeck (1880-1974), astronomer at Yerkes Observatory observing Mars when it approached close to the earth in 1926, and using the 40 inch refracting telescope, the largest of its kind in the world. Credits: Smithsonian Institution Archives
ongoing | Comments Off on Uma imagem para o que há-de vir

Bacchanale

Na próxima quinta-feira, dia 19, às 22h, é o lançamento do novo disco —Three-Body Problem — ,  do projeto @c, do Pedro Tudela e do Miguel Carvalhais, no Passos Manuel, no Porto.

Fiz um video para a faixa Bacchanale 111, o meu primeiro video-clip, na verdade 🙂
O disco conta com as colaborações especiais de Susana Santos Silva, Angelica V. Salvi, Ricardo Jacinto e João Pais Filipe. Serão apresentados também outros vídeos, da Cristina Mateus, Andé Rangel, Roav & N. Teluric, Nuno Tudela, Lia, André Rangel, Marc Behrens, Rodrigo Carvalho, e Tudela & Carvalhais, criados para as restantes oito faixas do álbum.
Apareçam, a entrada é livre.

Video still
Video still
Video Still
Video Still
Video still
Video still

 

CD cover
new work, Screening, video | Comments Off on Bacchanale

Duplo Forró

Duplo Forró, 2016
Mesas de bilhar, bolas em suspensão e som directo da cozinha.
Uma só noite no Café Ceuta, no Porto.
O resultado da residência de uma semana no Café Ceuta (Projecto ‘Regime de meia-pensão’, da Mezzanine), a convite da Ana Rocha e da Marta Bernardes.

Agradecimentos:
À Ana Rocha pela produção e acompanhamento gastronómico, e por tudo o resto.
A toda a equipa do Café Ceuta.
À Sonoscopia e  ao Gustavo Costa
Um agradecimento especial ao João Ricardo pela ajuda preciosa na montagem do sistema de captação de som.

Double Forró, 2016
Billiard tables, suspended balls and direct sound from the café’s kitchen.
A one night stand at Café Ceuta, Porto, Portugal.
The result of a one-week residency at Café Ceuta (Project ”Regime de meia-pensão’, by Mezzanine), curated by Ana Rocha and Marta Bernardes.

Thanks  to:
Ana Rocha for the production and gastronomic support, and all the rest.
The Café Ceuta’s  team
Sonoscopia and Gustavo Costa
Special thanks to João Ricardo for the precious help in assembling the sound system.

DSC_3565

DSC_3583

DSC_3543

DSC_3602

DSC_3642

DSC_3556

DSC_3605

cozinha

exhibitions, new work | Comments Off on Duplo Forró

Brasil

Comecei hoje a minha Meia Pensão no Café Ceuta, a convite da Mezzanine.
Será aí que na próxima sexta apresentarei um novo trabalho…

brasil_exotico_4

 

Images, new work, ongoing | Comments Off on Brasil

O olho e a língua

A preparar a minha apresentação da próxima quarta-feira…

O olho e a língua: o passado futuro das imagens
Quarta-feira, 06 de Abril às 18h no Auditório do Museu Colecção Berardo – Entrada Livre

http://pt.museuberardo.pt/educacao/atividades/o-olho-e-lingua-o-passado-futuro-das-imagens

b11
Joe (Gregory Peck) shows Anya (Audrey Hepburn) the “Mouth of Truth”, in a  scene from “Roman Holiday” (William Wyler, 1953).

talks | Comments Off on O olho e a língua